19
Oct
10

A verdade oculta

Te beijo em outras bocas

Te  tenho em outros corpos

Te toco em outras mãos

Te abraço em outros braços

Te vejo em outros olhos

Te sinto em outros toques


Me entrego aos olhos de quem não me vê
Me entrego às vontades que não são minhas
Me entrego às mãos que não sinto
Me entrego aos olhares que não vejo

A verdade é que…

—> Me entrego, para não me entregar. <—


9 Responses to “A verdade oculta”


  1. October 19, 2010 at 3:47 pm

    Adorei! Intenso demais…Verdade oculta ou a resposta está nas palavras e não percebi?
    bjssssss

  2. 3 Menina Misteriosa
    October 19, 2010 at 7:03 pm

    Eu só vi verdade. O ‘oculta’ é parte do sonho e de outras transformações que o mundo de faz-de-conta permite…
    Rá!
    Beijo

    • 4 Ju
      October 19, 2010 at 8:43 pm

      Olha, vou dizer que seu comentário é realmente muito pertinente, maaaaas tem uma verdade oculta ali, que dá pra ser vista…
      Lembra da técnica dos pontinhos?! Ficaadica 😉

      Beijo

      • 5 Menina Misteriosa
        October 19, 2010 at 9:31 pm

        Ju, o oculta é algo que existia, não existe mais… porque ao ‘ligar os pontinhos’, ela se entrega diante de certos olhos…

        Beijo!

    • 6 Ju
      October 19, 2010 at 10:34 pm

      Você já sabia da verdade, antes mesmo de ligar os pontinhos… =P

      Beijos

  3. 7 Nanda
    October 19, 2010 at 8:48 pm

    Lindo Jubinha..

    Eu ainda não descobri a verdade oculta, mas vou te embriagar dia desses e vc me conta tudo!
    aahahahha

    beijos!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


Agenda maltrapilha

October 2010
M T W T F S S
« Sep   Nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

“Falando absurdos, Virando a noite, Perdendo o senso, Derretendo satélites. Falando tudo, Voando a noite, Ouvindo estrelas…”

Clique para assinar este blog maltrapilho e receber novas maledicências por email

Join 5 other followers


%d bloggers like this: