08
Nov
10

Não foi sonho

Tinha tudo para ser uma daquelas noites loucas e quentes. Daquelas onde não se sabe onde começa um e onde termina o outro. Mas dessa vez foi diferente. As coisas tinham outro tom.
O carinho era intenso e não mais vazio, como antes. O carinho foi sentido na pele e no coração.
Seus olhos já me diziam tudo, mas você fez questão de repetir, eu ouvi calada e de olhos fechados, apenas senti seu calor se aproximando.
Não pegamos fogo, não queimamos, não ardemos, mas nos aquecemos. Nos sentimos apenas um, num simples abraço, que de simples não teve nada.
Foi um abraço longo e demorado, que só terminou na manhã seguinte e que me envolveu completamente.
Não sonhei… Não preciso sonhar quando seus braços me envolvem, quando sua mão alisa meus cabelos, quando sua boca beija minha nuca.
Dormi tranquila, como há muito não dormia, e pelo menos nessa noite, em seus braços, esqueci do mundo lá fora.

“Só por hoje eu não quero mais chorar
Só por hoje eu espero conseguir
Aceitar o que passou o que virá
Só por hoje vou me lembrar que sou feliz

Hoje já sei que sou tudo que preciso ser
Não preciso me desculpar e nem te convencer
O mundo é radical
Não sei onde estou indo
Só sei que não estou perdido
Aprendi a viver um dia de cada vez”

(Só Por Hoje – Legião Urbana)


10 Responses to “Não foi sonho”


  1. November 8, 2010 at 5:35 pm

    Que coisa lindaaaaaa!

    Tão…

    Tão…

    Doce!

    De mexer lá dentro…

    Não sei se é por estar à flor da pele, mas talvez porque eu vi esse filminho passando aqui dentro.

    Deu pra sentir cada palavra.

    Texto vivo. Lindo!

    Deijo

    Du

    • 2 Ju
      December 12, 2010 at 2:48 pm

      Ei, Dudu! Obrigada! 😉
      Relendo aqui, eu até consigo imaginar esse carinho novamente… Pena que durou pouco. Mas foi bom! =)

      Beijos!

  2. November 8, 2010 at 5:41 pm

    Tem horas que precisamos disso,a calmaria,a paz mesmo que seja na paixão.
    Bom demais!
    bjssss

  3. 5 Nanda
    November 8, 2010 at 5:47 pm

    Tenho a honra de ter lido em primeira mão, esse texto me fez chorar.
    Porque é amor puro, amor que sai de dentro e vira letrinha… a embalar a vontade da gente amar.

    E quando o prazer sexual fica pqueno diante do prazer de se ter alguém…

    Amei o texto, amo vc Jubinha!

  4. November 13, 2010 at 6:44 pm

    Tem um presentinho no meu blog p vc.Bjsssss

  5. 9 Menina Misteriosa
    November 22, 2010 at 9:17 am

    Você fala em sonho e, por mais que eu saiba a que/quem se refere, só consigo pensar no outro ‘amigo’… aquele por quem eu torço…

    Beijo!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


Agenda maltrapilha

November 2010
M T W T F S S
« Oct   Dec »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

“Falando absurdos, Virando a noite, Perdendo o senso, Derretendo satélites. Falando tudo, Voando a noite, Ouvindo estrelas…”

Clique para assinar este blog maltrapilho e receber novas maledicências por email

Join 5 other followers


%d bloggers like this: